Skip to content
25/07/2016 / Paulo Wainberg

Meu coração

Ai meu coração,

O que você me fez!

Retirou-me a razão

Eu sou pura insensatez.

Ai meu coração

Você me tirou a calma

E, como diz a canção,

Adonou-se da minha alma.

 

Ai meu coração.

Eu não quero mais amar

Mas você, sem comiseração,

Sem pudor e sem perdão

Faz pouco da minha dor, ah não!

E me faz apaixonar.

Ai me coração

Sou um rapaz bem educado

Que não quer ser machucado

Trago marcas do passado

Sou como um fim de tarde

O pote vazio do Arco Iris

O risco vermelho da cicatriz.

Ai meu coração, tão insensato e cruel,

Tanta paixão a me fazer feliz

café com leite e pão com mel,

É que a vida me ensinou

E não me deixa esquecer

Que ao lembrar a cicatriz,

Arde.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: