Skip to content
28/09/2015 / Paulo Wainberg

Dia de aniversário

Dia de aniversário é nascer, viver e morrer ao mesmo tempo.

Nascer depende da vontade (e da tesão) dos pais.

Viver depende do aniversariante.

Morrer depende da vida.

Deve haver uma relação proporcional entre os que nascem e os que morrem, uma espécie de teorema, regra de três ou cálculo autuarial que estabeleça ordem de preferência, procedências e consequências entre um fato e outro, para que a coisa se mantenha com certa organização, tanto de um lado quanto de outro.

Por outro lado viver é tão circunstancial, tão perdulário, infantil e fugaz que acaba por ser realmente tudo o que importa ou nascer e morrer não fariam sentido.

Dia de aniversário é mais do que contraditório, é paradoxal, tão paradoxal que simplesmente não dá para entender.

Mas a gente não esquece e, se esquece, não deixam a gente esquecer, significando que é bom.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: