Skip to content
20/03/2015 / Paulo Wainberg

Outono

Chegou o outono que, como se sabe, começa em março, mês que se situa entre fevereiro e abril.

Outono é a estação do ano que existe apenas para se mostrar, desfazendo com desleixo das demais, o inverno porvir com seu frio, a primavera porvir com seu vento e o verão passado com seu calor.

Ele ingressa triunfante com suas amenidades e cores resplandescentes na medida e, de quebra, oferecendo manhãs cristalinas e entardeceres com pequenos brilhos de cristal, menos do que vagalumes, mais do que gotas de orvalho.

É a estação dos amores confirmados e das paixões bombásticas, o sexo exaltado e exalado entre casais de todo o gênero, para gáudio de cada folha que despetala, de cada algodão voador, de cada lençol ao léo.

Outono é quando o planeta respinga, a natureza regurgita, os bichos triunfam e os humanos se despem, literalmente.

Ah, quantos outonos carrego nos ombros, uns recheados de sonhos, outros atribulados, a maioria de lições de dar inveja a qualquer esteta, com seus tons pastéis amornando os telhados e suas gotas de chuva dançando no ritmo dos corpos, suados e entretidos, dos amantes e dos amados.

Não fora por Vivaldi e a Terra poderia ser apenas outono, renovada e fecundada em mil abraços, em dois mil beijos e tardes calientes onde for possível estar.

Outono dos bordéis e dos motéis onde a transgressão grassa abundante, seja entre a prole ignara seja entre os mais sofisticados amantes e que as traições sejam esquecidas para sempre, logo ali, quando o inverno chegar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: