Skip to content
20/12/2014 / Paulo Wainberg

Resoluções de ano novo

Estamos em época de resoluções para o ano novo. Acontece sempre no mês de dezembro e o incompreensível otimismo humano mantem a tradição.

Não fujo às responsabilidades e apresento minha lista de resoluções:

1.- Não sentir culpa pelo porre da festa de réveillon nem pelos comentários aleatórios que o espumante fez sobre as pernas de uma convidada.

2.- Não sentir culpa por ficar sentado no bar, olhando o mar e bebendo cerveja e não chegar a menos de cinquenta metros da água.

3.- Não sentir culpa por não querer trabalhar, no fim das férias.

4.- Não sentir culpa por não querer trabalhar.

5.- Não sentir culpa por repetir os erros do ano passado, mas só os que gostei.

6.- Não sentir culpa por acordar tarde.

7.- Não sentir culpa por não ir ao aniversário do bisneto de um amigo.

8.- Não sentir culpa por comer demais, beber demais e não ajudar uma velhinha a atravessar a rua.

9.- Não sentir culpa por continuar não fazendo tudo o que minha mulher pede.

10.- Não sentir culpa por cobiçar mulheres de muitos próximos.

11.- Não sentir culpa por continuar tendo pensamentos impuros.

12.- Não sentir culpa de ser preguiçoso.

13.- Não sentir culpa de não fazer o que não gosto de fazer.

14.- Não sentir culpa por não caminhar duas horas por dia, não fazer pilates, não fazer fisioterapia, não frequentar academias, não fazer yoga e não fazer terapia holística.

15.- Não sentir culpa por não ser quem eu acho que deva ser.

16.- Não sentir culpa por não ser quem os outros acham que eu deva ser.

17.- Não sentir culpa por negar esmolas, pedidos de ajutórios e contribuições para festas beneficentes.

18.- Não sentir culpa por achar que o Senado Federal deva ser fechado.

19.- Não sentir culpa por não ler nem cinco por cento da produção literária nacional e mundial.

20.- Não sentir culpa por não sentir culpa.

Aí estão minhas resoluções para o próximo ano. Por uma questão de honestidade intelectual – que nem sempre faz bem à literatura – confesso que se trata de uma simples cópia das resoluções que fiz ano passado que provavelmente foram copiadas dos anos anteriores, mas como dizem por aí, o importante não é conseguir e sim tentar.

Dezembro do ano que vem, falamos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: