Skip to content
29/10/2014 / Paulo Wainberg

Os outros

Sinto inveja dos que têm sonhos e vontade para persegui-los.

Sinto inveja dos que chegam ao fim da vida com a sensação do dever cumprido e da vida bem vivida.

Sinto inveja dos que têm forças para seguir em frente, mesmo derrotados várias vezes.

Sinto inveja dos que conseguem ter prazer.

Sinto inveja dos alegres.

Sinto inveja do ser que não fui e poderia ter sido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: