Skip to content
19/05/2014 / Paulo Wainberg

Romantismo

Meu peito arde pois a corrosão do sofrimento provoca demasiada dor.

Arde por dentro como são, de dentro, as chamas expelidas pela insuportável tortura de viver.

Tudo se acaba, tudo é sombrio.

E, no entanto, podeis esquecer, a vida se impõe, pungente e bela, como uma agrura com açúcar, agridoce, temperada com a contradição, iluminada pelas sombras da luas, aquecida pelo calor do vento, ah esse vento que a tantos incomoda, enobrece e traz lembranças.

Sou como o solitário das cavernas, tremendo de pavor a cada clarão e ribombar da tempestade, incapaz de compreender os signos, as visões e o discorrer da razão a repetir: Está tudo bem, está tudo bem, está tudo bem.

Luzes e sombras são iguais, depende do olhar que meus olhos usam para distinguir a insumo da paixão do apego à tristeza, esta tão imensa que chega a machucar os dedos da fantasia.

Escrever vinte formidáveis poemas e morrer tuberculoso aos vinte e cinco anos, o ideal perverso do romantismo, a interromper vidas pela simples alegria da palavra, do absinto e do corpo gelado no inverno.

Nos salões barulhentos, escrever a poesia na folha do guardanapo e enviá-la, discretamente, à mais linda das bailarinas, à mais desejada das prostitutas.

E corroer-se em desejo solitário no quarto úmido, outra desilusão da noite e uma espera oca, até a noite seguinte.

Destilar lágrimas em honra à falsa sensibilidade, construída pelo mal do século em nome das guerras e das mortes, do Império e da plebe, esta ignara massa sem alma e sem coração.

E por fim, a tosse vermelha de sangue escorrendo pelo lábio, receber a dádiva de um sorriso, a gratidão pelo poema de fogo, apaixonado e ébrio, a morte delirante e a agonia do anonimato, vida que se vai, vida que se desfez, vida de apelação.

Mais tarde, nos braços agnósticos de Deus, repousar na eternidade, sem nada para fazer.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: