Skip to content
01/07/2013 / Paulo Wainberg

Hoje

Hoje, aqui entre nós e que ninguém me ouça, estou o tempo todo com vontade de chorar.

Já me perguntei o motivo e não me respondi. Tentei fotografar minha alma e o filme queimou, o celular pifou, minha alma não se mostrou, nem para mim nem para ninguém.

Hoje está um dia em que não consigo desligar a ambivalência, não separo a soberba da insignificância, não distinguo o amor da paixão.

Hoje é o dia da revelação de uma foto em branco, de uma alma sem pena, de um fantasma sem cor, de uma tristeza imensa, de uma alegria inferior, não sei mais o que é saudade, não sei mais o que é verdade, me sinto cair e flutuar.

Hoje, sinceramente e aqui entre nós, que ninguém nos ouça nem ouse escutar, hoje estou o tempo inteiro com vontade de chorar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: