Skip to content
22/06/2013 / Paulo Wainberg

Caindo na vida

O Poeta abandonou a rima, a estrofe, o soneto, a redondilha maior e a redondilha menor.

O Poeta abandonou a poesia e o poema e clamou, implorou, rastejou, mas não levou:

– Mais um uísque, pelo amor à Poesia!

Foi aí que sua musa, inspiradora dos baixos desejos da carne e inibidora do cerne da questão, estendeu-lhe a mão e o Poeta, ensandecido, saiu-se com esta:

– Amada minha, tu tens cara de fuinha, sexo sem cachaça não tem graça!

E foi isto que levou a Multidão à Praça.

One Comment

Deixe um Comentário
  1. karina Porto / Dez 13 2015 21:35

    por aí…sem musa Não há poeta!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: