Saltar para o conteúdo
30/11/2012 / Paulo Wainberg

País e povo

Nenhum país é ruim, nenhum povo é bom. País é território, área, com rios, florestas, pedras, animais, mares e oceanos. País é um pedaço de planeta.

Povo é a multidão que ocupa o país e, como toda a multidão, é cruel, intransigente e irracional.

A multidão faz o que o indivíduo condena, a multidão aclama o que o indivíduo vaia, a multidão é avassaladora e destrói o indivíduo.

A multidão ocupa o território e faz o País, explora e devasta o território para satisfazer o indivíduo, luta, morre e mata para garantir as marcas do seu território à custa da lágrima, da tristeza e do sofrimento do indivíduo.

Nenhum indivíduo é dono de um País, a multidão é.

A multidão contempla a miséria no seu país enquanto o indivíduo lamenta a miséria do país alheio.

A multidão convive com o terror, o medo e a tortura, enquanto o indivíduo se cala.

A multidão vê sempre as mesmas cores, enquanto o indivíduo percebe as nuances.

A multidão tem idéias fixas e ai do indivíduo que discordar delas.

O país vai sendo maltratado, devastado, desmatado, assassinado e estuprado pela multidão enquanto o indivíduo lê o jornal.

A multidão alardeia honras que o indivíduo desconhece.

A única honra de um País e ser um pedaço do planeta.

A única honra do indivíduo é não enfrentar a multidão.

A multidão não tem honra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: