Saltar para o conteúdo
17/11/2012 / Paulo Wainberg

Reino do fanatismo

No Reino do Fanatismo, só uma verdade existe, só uma voz se escuta, só uma ação se faz.

No Reino do Fanatismo o outro não existe e, se existe, deve ser dizimado.

No Reino do Fanatismo impera a inexistência de diálogo, compreensão, dúvidas, tolerância, amizade e afeto.

No Reino do Fanatismo o fanático é deus e a guerra o seu instrumento.

No Reino do Fanatismo a bomba é cereja e a destruição o bolo. O fanático não tolera conviver e só deseja impor, não pensa, não reflete e vive como um sub-animal, a mercê de sub-instintos a propagar ódio.

O Reino do Fanatismo é o abrigo dos quatro cavaleiros do apocalipse.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: