Saltar para o conteúdo
09/04/2012 / Paulo Wainberg

Pecados Capitais: Avareza

Este é um que, se eu acreditasse em pecados, consideraria um pecado capital. Pouca coisa é mais nojenta, no ser humano, do que a Avareza. O sujeito conta os centavos, é mesquinho, deixa de usufruir para não gastar e sofre cada vez que gasta. O avaro, se pudesse, não comia. Na minha relação pessoal de avarentos, os que conheço ao vivo e os da literatura, verifico que eles são magérrimos, têm olhos pequenos e apertados, mau-humor constante, incapazes de sorrir, não conseguem ser gentis e têm cara de mau.

A Avareza é uma deformação de caráter e um desvio psicológico. Não confundir com ambição, que é o desejo de ganhar mais a qualquer custo, o que também é uma deformação, mas não um pecado.

O avarento acredita que todos querem enganá-lo, para tirar o que é dele. Sequer cogita de dar uma esmola, trata mal quem lhe vende ou quem lhe oferece algo à venda.´

É um ser solitário e em permanente medo de ser roubado ou enganado.

E o impressionante é que há muito mais gente assim, do que podemos imaginar. Alguns, conscientes do seu mal, tentam disfarçar, mas a mesquinharia aparece a todo o momento, na expressão de dor diante de qualquer disperdício.

A Avareza é o egoismo levado às ultimas consequências.

Felizmente por este pecado, o Inferno não terá minha alma.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: