Saltar para o conteúdo
09/03/2012 / Paulo Wainberg

Erotismo

Nosso erotismo é diferente dos demais animais, onde a coisa não tem erro. Nós, humanos temos especial afeto pelo erotismo, prezamos tanto nossos impulsos amorosos e sexuais que inventamos remédios para aumentá-los e conservá-los. É o erotismo que move a humanidade, desde a literatura até a moda e, a ele, erotismo, servem as artes e o conceito de Estética. O Homem não erótico é, no mínimo, neurótico, quase psicótico, nem um pouco platônico. A política, praticada sem o charme erótico, é vulgar e corrupta. O erotismo é a essência do balê, da ginástica, do teatro e das artes marciais. Os gregos da antiguidade, erotizados ao extremo, transformaram o erotismo em poesia e criaram Eros, origem da palavra e do amor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: