Saltar para o conteúdo
06/03/2012 / Paulo Wainberg

Morte

O único direito que a Natureza concede é o direito à morte. O nascimento e a sobrevivência são conquistas dos seres vivos, na luta constante para permanecer. Planetas e galáxias morrem como tudo o mais que é Natureza. Absolutamente nada sobrevive. As regras e leis são construções humanas, porque entre os animais prevalesce a lei do mais forte, sem qualquer censura ou punição. O que me leva a pensar que, se a morte é inexorável, ela também não é um direito e sim um dever natural de tudo o que existe. A existência é um fato e a morrer é sua finalidade.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: