Saltar para o conteúdo
13/01/2012 / Paulo Wainberg

Calhandra Calhandraris.

Musgo conheceu Gosma numa sopa ingerida por um velho caduco, um eunuco e uma maluca segurando um trabuco.

Perguntou se Gosma jogava truco e ela respondeu à solapa:

 – Você por acaso é maluco?

Musgo sorriu da parodia e insistiu na lorota:

– Vamos passear de mãos dadas, aproveitando o lusgo-fusgo?

– Manão! – Reagiu Gosma, como quem arrota.

O velho caduco, alheio ao enlace e antes que o eunuco falasse, tirou com a língua a ervilha do dente e olhou o trabuco da maluca, fixamente.

Musgo, que não era verde nem nada, aproximou-se, felino, de Gosma e, numa garfada, melecou-se.

Sem por nem dispor, ela espalhou-se, fazendo da sopa um alarde e de Musgo jamais desgrudou-se.

Nem bem clareava o dia e sobre a mesa, esticado, o eunuco folgava, o velho caduco com a maluca dançava, entre eles, o trabuco.

Mais tarde, dispersaram-se.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: