Saltar para o conteúdo
29/05/2011 / Paulo Wainberg

escritores

Ser escritor é sofrer, o tempo todo, a alegria da solidão compartilhada. É não perceber quem está a sua volta, enquanto milhares fulguram na mente. É não ver o amanhecer pela janela, porque em sua cabeça está anoitecendo. Ser escritor é nunca saber o que vai pensar nem o que seus dedos vão digitar.

Ser escritor é viver no inferno do paraiso.

3 comentários

Deixe um Comentário
  1. June Souza - BH/MG / Maio 30 2011 0:11

    Penso que os escritores são pessoas de sangue raro. Talvez tipo O, verdadeiros doadores universais. Doam-nos suas percepções, suas idéias, opiniões, suas angustias, seus sentimentos e até seus medos. Mas por serem pessoas tão raras, não se importam com esse ato constante de doar-se e, ao mesmo tempo, nunca se esquecem da responsabilidade que lhes foi atribuída.

    Gostar

  2. Paulo Wainberg / Maio 30 2011 2:05

    Belo comentário, June. Obrigado

    Gostar

  3. Lake Jesup Mitigation / Jan 9 2013 20:35

    I like the valuable info you provide in your articles.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: