Saltar para o conteúdo
17/05/2011 / Paulo Wainberg

amores

amores são vários, de vários tipos. Amores sem

alma, amores vilões, amores cansados, amores

ardentes. São todos verdadeiros, fustigam a alma

e machucam o peito, alegram as noites, torturam

e choram.

Ah, amores, diante de vocês, impossível calar,

impossível… impossível… como não amar?

One Comment

Deixe um Comentário
  1. June Souza - BH/MG / Maio 17 2011 23:39

    Amores calmos, amores escolhidos, amores que pegam desprevido, que alegram a alma, que acalmam e fazem a vida ter mais sentido…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: